Ônibus da França é destruído para “exorcizar” fiasco de 2010

A França encontrou um jeito inusitado de esquecer a péssima participação na Copa do Mundo de 2010, quando foi eliminada na primeira fase e teve a campanha marcada por um motim dos jogadores. Em ação idealizada pela Adidas, uma réplica do ônibus que transportou a delegação no Mundial da África do Sul foi destruída por um guindaste em Paris.

O ônibus foi o local em que os jogadores se refugiaram depois de se rebelarem e se recusarem a treinar após a derrota por 2 a 0 para o México, no segundo jogo daquela Copa. O motim, motivado pela expulsão do atacante Nicolas Anelka do elenco no intervalo da partida contra os mexicanos, causou até uma investigação do governo sobre o ocorrido.

A Adidas era a fornecedora de material da França na última Copa, mas o time nacional é hoje patrocinado pela Nike, com um contrato válido até 2018.

A equipe dirigida por Didier Deschamps espera apagar de vez o papelão de 2010 com uma boa campanha no Mundial do Brasil. A França está no Grupo E da Copa do Mundo, ao lado de Suíça, Equador e Honduras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s