Criosidade do Dia

Como são construídos os prédios à prova de terremotos?

O Japão, que constantemente é atingido por terremotos, foi o precursor desse tipo de construção. O sistema consiste em colocar molas no meio da fundação dos edifícios. Assim, o prédio balança por igual durante os tremores.

É esta oscilação uniforme que impede o edifício de cair. Nos Estados Unidos, a técnica é intercalar camadas de borracha natural e chapas de aço na construção.

Batman V Superman, Demolidor e Sean Astin no Brasil!

Comic Con Experience anuncia mais um convidado estrangeiro

Omelete


No Hyperdrive de hoje temos novidades de Batman V Superman, a confirmação do protagonista da série Demolidor e um novo convidado internacional na Comic Con Experience!

Hyperdrive de segunda a sexta, sempre às 20 horas! Assine nosso canal para não perder nenhum e ajude-nos compartilhando com os amigos.

Leia mais sobre Batman V Superman: Dawn of Justice

Leia mais sobre Demolidor

Leia mais sobre Comic Con Experience

Quase 30% da população mundial é obesa ou tem sobrepeso

Foto: Getty Images

Por muito tempo relegada aos países desenvolvidos, a epidemia de obesidade já atinge 2,1 bilhões de pessoas, quase 30% da população mundial – dos quais 62% estão nos países em desenvolvimento, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira (29).

“A obesidade é um problema que atinge todo mundo, não importando qual é sua renda ou o lugar onde se vive”, resume Christopher Murray, diretor do Instituto de Avaliação da Saúde da Universidade de Washington, que analisou dados sobre 188 países.

Entre 1980 e 2013, a porcentagem de pessoas que têm um índice de massa corpórea (IMC) superior a 25 – limite para que as pessoas sejam consideradas em sobrepeso – passou de 28,8% para 36,9% nos homens e de 29,8% para 38% nas mulheres, segundo o estudo publicado na revista britânica The Lancet.

O IMC é a relação entre a altura e o peso, e um índice superior a 30 é considerado como sinal de obesidade no adulto. Para uma média entre 25 e 30, fala-se em sobrepeso.

Mas o fenômeno ainda está longe de atingir os países da mesma forma: os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália são os campeões de obesidade entre as nações mais ricas do mundo: mais de 60% de seus habitantes maiores de 20 anos são obesos ou têm sobrepeso.

Nos países em desenvolvimento, se a obesidade continua uma condição excepcional em alguns países da África como Burkina Faso ou Chade, outras nações do Oriente Médio, América Latina ou Oceania já ultrapassaram os países ocidentais.

É o caso de Egito, Líbia, Arábia Saudita, Omã, Bahrein e Kuwait, onde o sobrepeso e a obesidade tiveram um aumento brutal, atingindo 70% das mulheres com mais de 20 anos.

A mesma tendência é encontrada em diversos países da América Latina (México, El Salvador, Costa Rica, Honduras, Chile e Paraguai) e sobretudo nos pequenos países do Pacífico (ilhas Tonga, Kiribati ou Samoa), onde as taxas ultrapassam os 80% tanto nas mulheres quanto nos homens com mais de 20 anos.

Não somente há mais pessoas em sobrepeso, como essa condição aparece cada vez mais cedo. Entre 1980 e 2013, o número de crianças ou adolescentes obesos ou em sobrepeso no mundo aumentou 50%.

A condição atinge atualmente 22% das meninas e 24% dos meninos nos países desenvolvidos, e cerca de 13% das crianças dos dois sexos nos países em desenvolvimento, com uma alta particularmente considerável no Oriente Médio e no norte da África, mas apenas entre as meninas.

“Este aumento é muito preocupante (…) na medida em que a obesidade infantil pode ter graves consequências na saúde, especialmente nas condições cardiovasculares, no diabetes e no desenvolvimento de câncer”, ressalta Marie Ng, pesquisadora que coordenou o estudo.

Segundo um estudo publicado em 2012 na revista The Lancet sobre “O peso mundial da doença”, o sobrepeso e a obesidade teriam causado 3,4 milhões de mortes ao longo do ano de 2010.

Com 160 milhões de pessoas afetadas pela doença, os Estados Unidos são o país com mais obesos ou em sobrepeso do mundo, à frente de China, Índia, Rússia, Brasil e México.

Nos Estados Unidos, o problema atinge pouco mais de 70% dos homens e quase 62% das mulheres com mais de 20 anos, assim como 30% das crianças e adolescentes.

Quanto aos obesos propriamente ditos, eles representam respectivamente 32% dos homens adultos e 34% das mulheres adultas nos Estados Unidos, contra 4% dos adultos chineses ou indianos.

Mesmo que o aumento da obesidade tenha diminuído de ritmo desde 2006 nos países desenvolvidos – após um boom nos anos 1980 e 1990 – os pesquisadores são categóricos.

“Ao longo das três últimas décadas, nenhum país conseguiu reduzir suas taxas de obesidade e nós acreditamos que esses índices irão aumentar regularmente nas nações mais pobres do mundo caso medidas urgentes não sejam tomadas”, advertiu Murray, falando numa crise da saúde pública.

Policial canadense é flagrado fazendo sexo com mulher em viatura

As autoridades canadenses abriram uma investigação após um policial de Montreal ser flagrado fazendo sexo com uma mulher na viatura. A imagem da cena sexual ganhou destaque na quarta-feira (28) nas redes sociais.

Policial de Montreal foi flagrado fazendo sexo com mulher na viatura (Foto: Reprodução/Twitter)
Policial de Montreal foi flagrado fazendo sexo com mulher na viatura (Foto: Reprodução/Twitter)

A foto mostra a mulher aparentemente nua sentada no colo do policial na viatura. “Abrimos uma investigação”, afirmou, em comunicado no Twitter, a polícia de Montreal.

Um porta-voz da polícia de Montreal confirmou que o agente que aparece na imagem foi identificado e deve receber uma punição disciplinar.

Tripulantes da missão ‘Blue Dot’ chegam com sucesso à ISS

A nave Soyuz TMA-13M chegou à ISS às 21h44 (de Brasília) após decolar da base de Baikonur

Foto: Sergei Ilnitsky / AP

O astronauta alemão Alexander Gerst, o russo Maxim Viktorovich Surayev e o americano Gregory Reid Wiseman chegaram nesta quarta-feira com sucesso à Estação Espacial Internacional (ISS), dando início à missão ‘Blue Dot’, informou a Nasa.

A nave Soyuz TMA-13M chegou à ISS às 21h44 (de Brasília) após decolar da base de Baikonur, no Cazaquistão, às 16h56. Entre as tarefas da missão ‘Blue Dot’, que tem duração prevista de seis meses, está a instalação e colocação em serviço do levitador eletromagnético MSL-EML, uma instalação projetada na Alemanha para processar materiais no espaço sem necessidade de um recipiente, que chegará ao complexo orbital em julho a bordo do ATV-5 da ESA.

Os três se unirão na ISS à Expedição 40, integrada pelos russos Alexander Skvortsov e Oleg Artemyev e o americano Steve Swanson. A missão recebeu o nome de ‘Blue Dot’ em referência à frase do astrônomo americano Carl Sagan que descrevia a Terra como um ‘tênue ponto azul’ em uma fotografia tirada pela sonda Voyager da Nasa a seis bilhões de quilômetros de distância do planeta.

Em abril, a Nasa congelou toda interação com a Rússia, exceto na Estação Espacial Internacional, em retaliação à crise na Ucrânia que desencadeou a intervenção e posterior anexação russa da península da Crimeia.

Essa suspensão afetou todas as viagens dos trabalhadores da Nasa à Rússia, as visitas das equipes da agência espacial russa às instalações da americana, encontros bilaterais, e-mails, e videoconferências. A Rússia não tem intenção de prolongar o uso da ISS após 2020, data comprometida com a Nasa e a europeia ESA.

A Estação Espacial Internacional, um projeto que envolve 16 nações, com investimento de mais de US$ 100 bilhões, orbita a uma distância que varia entre 335 e 460 quilômetros da Terra, pesa mais de 450 toneladas, se desloca a cerca de 27 mil km/h, e teve residentes de forma contínua desde 2000.

Virgin quer iniciar operadora celular no Brasil em 2015

Divisão de celulares do bilionário britânico Richard Branson deve chegar ao Brasil em 2015, após o carnaval

Foto: Getty Images

A Virgin Mobile Brasil recebeu nesta quarta-feira autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para operar como operadora móvel virtual (MVNO) no País, informou a companhia. A expectativa da companhia é iniciar a operação no início do próximo ano.

As MVNO alugam infraestrutura de outras operadoras para oferecer serviços com a sua própria marca. A Virgin Mobile é uma subsidiária da Virgin Mobile Latin America, do grupo Virgin, fundado pelo britânico Richard Branson.

Esta autorização refere-se a todo território brasileiro, sendo que a empresa vai operar por meio da rede da Vivo. A expectativa, segundo o presidente-executivo da companhia para a América Latina, Phil Wallace, é iniciar as operações logo depois do Carnaval de 2015. “Teremos como alvo consumidores jovens de 15 a 30 anos”, disse Wallace à Reuters. Segundo ele, a empresa não tem planos de ter parceria com outra operadora brasileira além da Vivo.

A Virgin Mobile Latin America está presente desde 2012 no Chile e iniciou em 2013 sua atuação na Colômbia, tendo 1 milhão de clientes latino-americanos e cerca de 20 milhões no mundo. A empresa deverá lançar operações no México ainda este ano, ela oferece produtos de voz e Internet móvel (3G e 4G) pré-pagos através da Internet.

Foco no Brasil e México
A empresa anunciou recentemente uma rodada de captação de capital no valor de US$ 86 milhões (R$ 192 milhões) apoiada por uma linha de crédito de US$ 41,5 milhões. Segundo a companhia, os recursos serão utilizados no lançamento da marca no México e no Brasil. A companhia pretende abrir um escritório em São Paulo em meados do segundo semestre.

“O Brasil é o maior país da América Latina, então era uma opção natural para nós”, disse Wallace. O executivo disse que a Virgin ainda não tem planos de adquirir rivais no Brasil, já que o mercado de operadoras virtuais ainda é muito pequeno. No entanto, declarou que, caso isso ocorra, seria interessante a aquisição de uma companhia também focada em clientes pré-pagos.

Atualmente, o mercado de MVNO é operado no país por Porto Seguro, unidade do grupo segurador de mesmo nome e que em abril tinha em sua base 104,54 mil linhas ativas de um total nacional de 273,6 milhões, segundo dados da Anatel. A expectativa, no entanto, é de que esse segmento atinja de 10% a 15% do mercado de telecomunicações do Brasil nos próximos anos, segundo Wallace.

A Virgin Mobile havia entrado com pedido de licença na Anatel em janeiro. No início de 2012, a empresa chegou a anunciar parceria com a brasileira Datora Telecom para o desenvolvimento da operadora MVNO, mas acabou optando por lançar sua operação de maneira independente.