Site de adultério é lançado em país que prende infiéis

Órgão regulador está monitorando de perto o Ashley Madison desde seu lançamento por ter uma problemática Foto: Ashley Madison / Reprodução
Órgão regulador está monitorando de perto o Ashley Madison desde seu lançamento por ter uma problemática
Foto: Ashley Madison / Reprodução

O site de adultério, Ashley Madison, lançou sua versão sul-coreana no mês passado e deve enfrentar problemas com a lei do país que, condena a infidelidade no casamento com possibilidade prisão por até dois anos. Segundo a AFP, Noel Biederman, CEO da empresa canadense afirma que “não perderá o sono” com os possíveis problemas que o site pode enfrentar entre na região.

De acordo com Song Myung-Hoon, membro da Comissão de Normas de Comunicação da Coreia do Sul (KCSC), o órgão regulador está “monitorando de perto” o Ashley Madison desde seu lançamento por ter uma “problemática”, embora reconheça que o site não fere a lei do país.

Em contrapartida, Biederman afirma que a lei é “irremediavelmente ultrapassada”, mas atendeu ao pedido de seus advogados e não compareceu ao lançamento do site pessoalmente. Ele aponta que 46 mil pessoas se inscreveram na versão sul-coreana da página em menos de uma semana e a pretensão da empresa, em ter 500 mil clientes, 1% da população na Coreia do Sul.

publicidade

Presente em 25 países (inclusive no Brasil), Ashley Madison tem como lema: “A vida é curta. Curta um caso” e ajuda pessoas que pretendem entrar em um relacionamento extraconjugal, inventando álibis para os adúlteros. Em novembro de 2013, Cingapura tirou do ar o site dizendo que o site constituía um “ataque aos valores familiares e a moralidade pública”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s