Curiosidade do Dia

Por que as orelhas do elefante são tão grandes?

As orelhas grandes servem para refrescar o elefante. Quando o sangue quente passa pela grande superfície das orelhas, ele recebe a rajada de vento e sofre uma queda de temperatura. Para ajudar no resfriamento, o animal também abana as orelhas.

Anúncios

Os Vingadores – The Avengers | Trilha terá Kasabian, Soundgarden, Scott Weiland e mais

Veja o a lista de músicas que estarão no novo teaser da Marvel

Carina Toledo – Omelete
.
..

vingadores

Os Vingadores – The Avengers divulgou detalhes de sua trilha sonora, que terá músicas de Soundgarden, Kasabian, Rise Against, Evanescence, Scott Weiland (Stone Temple Pilots), Bush e mais.

A banda de Seattle liderada por Chris Cornell  contribuirá com “Live To Rise”, sua primeira inédita em 16 anos, enquanto o Kasabian cederá o b-side “Pistols At Dawn”. O Evanescence entra com um remix de “A New Way to Bleed”. Ouça um teaser da música do Soundgarden e confira o tracklist completo:

01. Soundgarden – “Live To Rise”
02. Shinedown – “I’m Alive”
03. Rise Against – “Dirt And Roses”
04. Papa Roach – “Even If I Could”
05. Black Veil Brides – “Unbroken”
06. Scott Weiland – “Breath”
07. Redlight King – “Comeback”
08. Bush – “Into The Blue”
09. Evanescence – “A New Way to Bleed” (Photek Remix)
10. PUSHERJONES – “Count Me Out”
11. Theory Of A Deadman – “Shoot To Thrill”
12. Buckcherry – “Wherever I Go”
13. Five Finger Death Punch – “From Out Of Nowhere”
14. Cherri Bomb – “Shake The Ground”
15. Kasabian – “Pistols At Dawn?”

Os Vingadores – The Avengers  chega aos cinemas em 27 de abril no Brasil. Nos EUA, o filme estreia comercialmente apenas na semana seguinte, em 4 de maio, mas será exibido antes, no dia 28 de abril, durante o encerramento do Tribeca Film Festival.

Leia mais sobre Os Vingadores.

Passas, melancia, tofu: veja alimentos amigos da pressão arterial

De acordo com estudos, alimentos como melancia, uvas passas e até mesmo o chocolate podem ajudar a diminuir a pressão arterial. Foto: Getty ImagesDe acordo com estudos, alimentos como melancia, uvas passas e até mesmo o chocolate podem ajudar a diminuir a pressão arterial
Foto: Getty Images

 

A inclusão de determinados alimentos na dieta diária pode trazer benefícios significativos para a pressão arterial. De acordo com um pequeno e novo estudo feito no Louisville Metabolic and Atherosclerosis Research Center, as uvas passas são grandes aliadas neste sentido.
As informações são do jornal Huffington Post .Os pesquisadores descobriram que comer uvas passas três vezes ao dia pode diminuir em três vezes a pressão arterial, quando este item é comparado a outro tipo de alimento – o que pode ser um bom indicativo para pessoas que não tem a pressão alta, mas apresentam quadro de pré-hipertensão.

A pré-hipertensão é definida por apresentar um nível de pressão sistólica do sangue entre 120 e 139 milímetros de mercúrio, ou um nível de pressão arterial diastólica entre 80 e 89 milímetros de mercúrio. A pressão normal geralmente apresenta pressão sistólica entre 120 milímetros ou menos, enquanto a diastólica varia entre 90 e 99.

O estudo incluiu 46 homens e mulheres com pré-hipertensão, que ingeriram passas e também petiscos como bolachas de água e sal ou cookies (sem adição e passas, vegetais ou frutas) – sendo que ambos tinham a mesma quantidade de calorias. Todos os participantes comeram estes petiscos três vezes por dia, ao longo de 12 semanas.

Eles concluíram que os que ingeriam as passas reduziram a pressão sistólica (o número mais alto na leitura da pressão arterial, “com as batidas do coração”; e a diastólica (o número mais baixo na leitura, que significa o “relaxamento” entre os batimentos cardíacos). No entanto, os que ingeriram outros tipos de petiscos não apresentaram quedas significativas em sua pressão arterial.

Os profissionais envolvidos na pesquisa disseram que ainda não há certeza sobre como as uvas passas podem afetar neste sentido, mas os valores nutricionais deste item trazem altos níveis de potássio – que pode influenciar positivamente na pressão arterial, além de conter antioxidantes, fibras, polifenóis e ácido fenólico.

As uvas passas não são os únicos alimentos que estão ligados aos benefícios à pressão arterial. Confira outros sete alimentos que podem ser aliados deste problema.

Kiwis
Um estudo apresentado ano passado na American Heart Association mostrou que comer três kiwis por dia pode diminuir a pressão arterial. A pesquisa incluiu 188 homens e 55 idosos, com leve alteração arterial. Eles foram instruídos a comer três kiwis por dia, ou uma maça por dia, por oito semanas.

Os participantes que comeram kiwi tiveram seus níveis de pressão sistólica menores do que quem ingeriu maçça. O kiwi é rico em luteína, com propriedades antioxidantes.

Banana
Um estudo publicado em 2005 pelo jornal Hypertension concluiu que é possível baixar o nível de pressão arterial a partir da ingestão de alimentos ricos em potássio, ao invés de incluir na dieta suplementos.

Os participantes do estudo que consumiram o citrato de potássio – encontrado naturalmente nos alimentos – tiveram os mesmos efeitos de redução da pressão arterial de que as pessoas que usavam cloreto de potássio, disponível apenas em suplementos.

Melancia
Além de ser refrescante, a melancia contém nutrientes como fibras, vitamina A e potássio. Um estudo da Florida State University mostrou que o aminoácido presente na fruta também pode ter efeitos positivos para a pressão arterial.

Os pesquisadores observaram nove pessoas com pré-hipertensão que ingeriram seis gramas do aminoácido presente na fruta, por um período de seis dias. Eles descobriram que os participantes apresentaram diminuição na pressão arterial, além de um melhor funcionamento das artérias.

Batata roxa
Um pequeno estudo apresentado no ano passado na American Chemical Society mostrou que vegetais roxos têm o poder de baixar a pressão arterial em níveis semelhantes ao da aveia.

O estudo inclui 18 pessoas com pressão alta. Eles comeram de seis a oito batatas roxas, com casca e tudo, duas vezes ao dia, por um mês. Os pesquisadores notaram que os níveis de pressão sistólica e diastólica caiu ao final do período. No entanto, a experiência foi apenas uma observação, pois os participantes não foram comparados com pessoas que não comeram batata roxa durante o estudo.

Queijo tofu
Comer queijo tofu e outros alimentos com soja na composição pode diminuir a pressão arterial, segundo estudo apresentado no encontro anual da American College of Cardiology.

A pesquisa incluiu 5 mil pessoas, que foram monitoradas por 20 anos. Os especialistas envolvidos descobriram que as pessoas que mais consumiram isoflavonas – encontrada na soja, amendoim e chá verde – tiveram níveis mais baixos de pressão sistólica.

Chocolate
O chocolate pode ser benéfico para pessoas que sofrem com a hipertensão. O journal BMC Medicine mostrou que um antioxidante encontrado no alimento seria responsável por dilatar os vasos sanguíneos, auxiliando na diminuição da pressão arterial. No entanto, alguns resultados ainda são conflitantes. Embora tenho sido descoberto que o consumo pode reduzir significativamente a pressão arterial para hipertensos, o mesmo resultado não foi comprovado em pessoas com pressão normal.

Pimenta
Se você gosta de comidas calientes, pode também estar fazendo um favor para sua pressão arterial. Um estudo de 2010 publicado no jornal Cell Metabolism mostrou que a capsaicina – um apimentando ingrediente encontrado na pimenta – ajudou a baixar a pressão arterial em ratos hipertensos. No entanto, pesquisadores de uma universidade na China observam que os resultados precisam ser replicados em humanos.

Polícia alemã tenta capturar tigre em ponte, mas acha bicho de pelúcia

A polícia atendeu uma chamada às pressas em Braunschweig, na Alemanha, depois que uma mulher ligou em pânico e disse que tinha visto um tigre sobre uma ponte na manhã de terça-feira, segundo reportagem da revista “Der Spiegel”.

Após chamada de emergência, policiais acharam tigre de pelúcia. (Foto: Reprodução)
Após chamada de emergência, policiais acharam tigre de pelúcia. (Foto: Reprodução)

De acordo com as autoridades, a mulher estava correndo quando viu o “predador”, por volta das 6h45. Ao encontrar outra pessoa, ela pediu o celular e ligou para o serviço de emergência. “Ela parecia muito assustada”, disse um porta-voz da polícia.

Os policiais responderam imediatamente a chamada e descobriram o animal em pé parado na ponte. Em uma inspeção mais minuciosa, eles ficaram impressionados com o comportamento “amigável” do tigre. Não foi uma tarefa difícil, pois o tigre era de pelúcia.

CEO da Amazon diz ter encontrado restos do Apollo 11 no Atlântico


O CEO da multinacional americana Amazon anunciou nesta quarta-feira que uma expedição financiada por ele descobriu restos da nave Apollo 11 no Oceano Atlântico, 43 anos após a missão da Nasa que levou astronautas à Lua. Bezos disse que as peças foram localizadas a 14 mil pés de profundidade com o auxílio de um sonar. As informações são do site The Huffington Post.

“Estou animado com a descoberta. Ainda não sabemos as condições do equipamento porque apesar de ter sido feito de material resistente, está na água salgada há mais de 40 anos”, disse o CEO da Amazon. Os motores do foguete ajudaram a levar Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins em direção à Lua em 1969.

Segundo ele, o equipamento encontrado, que ainda está em baixo da água, pertence à Nasa. No entanto, Jeff Bezos espera que uma parte do material possa ser exposta em um museu em Seattle, cidade sede da Amazon.

Google convida homem cego para “dirigir” novo carro automático

Steve Mahan perdeu ao longo da vida 95% da visão. Foto: Google/Reprodução

Steve Mahan perdeu ao longo da vida 95% da visão
Foto: Google/Reprodução


O Google usou um motorista cego para testar o funcionamento do novo carro automático em uma rota de mais de 300 Km. A experiência rendeu um vídeo divulgado no YouTube da viagem completa. O carro, na verdade, “se dirige” sozinho, sem a ajuda do homem.

A gravação, intitulada Self-Driving Car Teste: Steve Mahan, mostra a viagem de Steve Mahan, um homem com incapacidade visual de 95%, em um percurso por sua cidade a bordo de um Toyota Prius equipado com a tecnologia do Google para autocondução.

Para o homem, um carro como este poderia representar uma drástica mudança no cotidiado. “Isto me daria a independência e a flexibilidade para ir a lugares onde tenho que ir e quero ir quando eu necessitar fazer coisas”, avaliou Mahan.

A viagem teve duas paradas, “sem mãos, sem pés”, comenta o cego com os braços para o alto enquanto o veículo avança. O automóvel é equipado com um sistema de radares e lasers para conhecer sua localização, e durante o teste o copiloto de Mahan usava um computador portátil que estava conectado ao veículo. O vídeo completo pode ser visto pelo atalho http://bit.ly/H1p7tF.

O Google explicou no YouTube que a condução com Steve Mahan foi realizada em “uma rota cuidadosamente programada” e que a experiência foi “um experimento técnico”. O projeto foi anunciado em 2010, com o desenvolvimento de um protótipo guiado com o uso de mapas da companhia.